É fato que Stranger Things 3 abalou o coração do público das mais diversas formas, no entanto, despedir-se de personagens queridos sempre é a maior razão dos corações partidos – Barb, Bob e Jim Hopper sabem bem disso! E para a desolação dos fãs, existem indícios de que uma outra morte dolorosa pode estar a caminho e o alvo seria ninguém menos que: Steve Harrington (Joe Keery).

O crescimento do personagem ao longo da série é inegável. Para quem não se recorda, Steve era um valentão popular na primeira temporada, e também namorado de Nancy Wheeler (Natalia Dyer). O garoto começa a se redimir bem no finalzinho da primeira temporada, e conquista os espectadores de vez com sua total mudança de postura no segundo ano de Stranger Things. Sem contar que, durante a segunda temporada, Steve se torna muito amigo de Dustin Henderson (Gaten Matarazzo) e, além de babá, protetor e amigo, o rapaz se torna um mentor para que Dustin conquiste as garotas.

Já na terceira temporada, Steve é um personagem extremamente carismático e amado. Seu arco com a nova personagem Robin – vivida por Maya Hawke – foi um dos maiores sucessos da nova fase. Porém, eis que entramos num beco sem saída para o ex-galã do colegial. Ao sair da escola, Steve simplesmente parece ter perdido o jeito com as garotas e não pode mais contar com sua popularidade. O fim do relacionamento com Nancy parece ter abalado as estruturas do rapaz e, em uma tentativa um tanto quanto fracassada – porém outro acerto da temporada – de conquistar Robin, deixam Steve sem qualquer perspectiva de interesse amoroso.

Logo no início dos episódios, é revelado que Harrington não conseguiu entrar para nenhuma universidade, e mais, não teria nota suficiente para cursar nenhum curso técnico local também. Trabalhando no Scoops Ahoy, obrigado por seu pai, Harrington parece não ter qualquer visão de futuro fora de Hawkins.

Recapitulando brevemente…

Quando os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores de Stranger Things, roteirizaram a série, quem morria no lugar de Barb (a amiga nerd de Nancy que é capturada pelo Demogorgon na primeira temporada) era Steve, tanto que a cena de ataque se passa na piscina da residência Harrignton. Todavia, quando Joe Keery conseguiu o papel e as gravações tiveram início, os showrunners mudaram todo o roteiro por acharem Keery extremamente empático e carismático, dando outra vida ao personagem.

Mas e se a morte de Steve nunca saiu por completo dos planos dos Duffer para a série? E se foi apenas adiada para que o personagem tivesse uma morte honrosa que fosse sentida pelos espectadores? Afinal de contas, a única coisa que parece restar ao personagem é o “bromance” com Dustin.

Note que, até para conseguir um emprego após o declínio do Starcourt, Steve dependeu do jogo de cintura de Robin. Então, a falta de possibilidades para o personagem está realmente crítica, ao mesmo tempo que sua popularidade para com o público segue crescendo ao melhor estilo “ao infinito e além”. É nítido o amadurecimento do personagem como pessoa, mas infelizmente foi tardio.

Agora imagine que Harrington, por não ter nada a perder, se sacrificaria pelo bem de seus amigos em dado – e grandioso – momento, e morreria como herói bem na reta final do seriado. Não soa como uma “receita de bolo” perfeita para mexer com as emoções do público? Reflita!