O projeto MKULTRA realmente existiu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O projeto MKULTRA (MKUltra ou MK Ultra), o qual Eleven fez parte, realmente existiu, não é apenas algo da ficção. No terceiro episódio da série (Holly, Jolly) Hopper e Powell estão na biblioteca de Hawkins, pesquisando sobre o caso Terry Ives, e Hopper se depara com a informação de que a filha de Terry havia sido levada para ser cobaia em experimentos do projeto MKULTRA.

 

O PROJETO MKULTRA

A CIA (Agência Central de Inteligência) era a responsável pelo projeto que visava o controle mental da massa através de experimentos em seres humanos, entre as décadas de 50 e 70. Na verdade, a principal desculpa da CIA era combater o comunismo soviético.

Os experimentos eram destinados a identificar e desenvolver drogas, apagar memórias, implantar lembranças falsas e incentivar múltiplas personalidades, também aconteciam interrogatórios, torturas, hipnose, abuso verbal e sexual a fim de enfraquecer os indivíduos para forçar confissões através do controle da mente. Após todos esses processos, o individuo se tornava apenas um fantoche que recebia ordens, algo parecido com o Voodoo que vemos nos desenhos animados.
Tudo isso nos lembra a ultra violência, termo originado do filme/livro Laranja Mecânica. O fato engraçado, é que o escritor do livro Anthony Burgess, trabalhou para a inteligência britânica e de acordo com o biógrafo Roger Lewis, ele havia presenciado alguns experimentos do MKULTRA, e isso inspirou alguns fatos presentes no livro (e também no filme de Stanley Kubrick).

Existem algumas teorias da conspiração que dizem que alguns assassinos trabalharam à serviço do MKULTRA.
MKULTRA_teorias

O ex-presidente John Kennedy, foi morto em 22 de novembro de 1963 por Lee Harvey Oswald, há um livro chamado A Maldição de Edgar que contesta o fato de Lee ter cometido o crime. O autor afirma que tudo foi obra de um complô entre a CIA e a Máfia e Lee não tinha ligação com os fatos.
O senador Robert “Bobby” Kennedy (irmão de John Kennedy), morto em 6 de junho de 1968 por Siran Bishara, o qual alegou que estava sob efeito de hipnose. Existe uma matéria bem interesse publicada no site do TheGuardian que trata desse assunto.
O ativista político Martin Luther King, morto em 04 de abril de 1968 por James Earl Ray (Robert F. Kennedy discursou sobre sua morte) , também alegou que havia sido vítima de hipnose.
O ex-Beatle John Lennon, foi morto em 8 de dezembro de 1980 por Mark Chapman, o qual dizia ouvir vozes que o incentivava à matar Lennon.

A CIA também era responsável por infiltrar pessoas em seitas religiosas, para testar o controle da massa em grande escala. Um exemplo é a seita Haven’s Gate, nome dado à uma “religião” OVNI liderada por Marshall Applewhite e Bonnie Nettles. Tal seita, levou o suicídio coletivo de 39 pessoas no dia 26 de março de 1997, quando o cometa Hale-Bopp atingia seu brilho máximo. Eles acreditavam que uma espaçonave estava seguindo o cometa e a única forma de embarcar nela, seria o suicídio.
Dúvida? Acessa aí http://www.heavensgate.com

O fato é que o projeto MKULTRA realmente existiu! O presidente Bill Clinton, em um discurso, emitiu um pedido de desculpas em nome de todas as atrocidades feitas pelo projeto.

O site The Black Vault, famoso por liberar diversos tipos de documentos dos mais diversos governos, disponibiliza uma lista de documentos que foram parte do MKULTRA.
Clique aqui e acesse a postagem com todos os documentos disponíveis para download.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Felipe Goulart

Felipe Goulart

Sou um cara louco, cheio de domínios, que resolve fazer site de tudo.

Deixe seu comentário