O projeto MKULTRA (MKUltra ou MK Ultra), o qual Eleven fez parte, realmente existiu, não é apenas algo da ficção. No terceiro episódio da série (Holly, Jolly) Hopper e Powell estão na biblioteca de Hawkins, pesquisando sobre o caso Terry Ives, e Hopper se depara com a informação de que a filha de Terry havia sido levada para ser cobaia em experimentos do projeto MKULTRA.

 

O PROJETO MKULTRA

A CIA (Agência Central de Inteligência) era a responsável pelo projeto que visava o controle mental da massa através de experimentos em seres humanos, entre as décadas de 50 e 70. Na verdade, a principal desculpa da CIA era combater o comunismo soviético.

Os experimentos eram destinados a identificar e desenvolver drogas, apagar memórias, implantar lembranças falsas e incentivar múltiplas personalidades, também aconteciam interrogatórios, torturas, hipnose, abuso verbal e sexual a fim de enfraquecer os indivíduos para forçar confissões através do controle da mente. Após todos esses processos, o individuo se tornava apenas um fantoche que recebia ordens, algo parecido com o Voodoo que vemos nos desenhos animados.
Tudo isso nos lembra a ultra violência, termo originado do filme/livro Laranja Mecânica. O fato engraçado, é que o escritor do livro Anthony Burgess, trabalhou para a inteligência britânica e de acordo com o biógrafo Roger Lewis, ele havia presenciado alguns experimentos do MKULTRA, e isso inspirou alguns fatos presentes no livro (e também no filme de Stanley Kubrick).

Existem algumas teorias da conspiração que dizem que alguns assassinos trabalharam à serviço do MKULTRA.
MKULTRA_teorias

O ex-presidente John Kennedy, foi morto em 22 de novembro de 1963 por Lee Harvey Oswald, há um livro chamado A Maldição de Edgar que contesta o fato de Lee ter cometido o crime. O autor afirma que tudo foi obra de um complô entre a CIA e a Máfia e Lee não tinha ligação com os fatos.
O senador Robert “Bobby” Kennedy (irmão de John Kennedy), morto em 6 de junho de 1968 por Siran Bishara, o qual alegou que estava sob efeito de hipnose. Existe uma matéria bem interesse publicada no site do TheGuardian que trata desse assunto.
O ativista político Martin Luther King, morto em 04 de abril de 1968 por James Earl Ray (Robert F. Kennedy discursou sobre sua morte) , também alegou que havia sido vítima de hipnose.
O ex-Beatle John Lennon, foi morto em 8 de dezembro de 1980 por Mark Chapman, o qual dizia ouvir vozes que o incentivava à matar Lennon.

A CIA também era responsável por infiltrar pessoas em seitas religiosas, para testar o controle da massa em grande escala. Um exemplo é a seita Haven’s Gate, nome dado à uma “religião” OVNI liderada por Marshall Applewhite e Bonnie Nettles. Tal seita, levou o suicídio coletivo de 39 pessoas no dia 26 de março de 1997, quando o cometa Hale-Bopp atingia seu brilho máximo. Eles acreditavam que uma espaçonave estava seguindo o cometa e a única forma de embarcar nela, seria o suicídio.
Dúvida? Acessa aí http://www.heavensgate.com

O fato é que o projeto MKULTRA realmente existiu! O presidente Bill Clinton, em um discurso, emitiu um pedido de desculpas em nome de todas as atrocidades feitas pelo projeto.

O site The Black Vault, famoso por liberar diversos tipos de documentos dos mais diversos governos, disponibiliza uma lista de documentos que foram parte do MKULTRA.
Clique aqui e acesse a postagem com todos os documentos disponíveis para download.