Sabemos que a Netflix não tem nenhuma ligação com a HBO, mas um grupo de fãs de Stranger Things mantém uma teoria de que o fim da série teria algum tipo de conexão com os acontecimentos históricos relacionados em Chernobyl, série da HBO.

O primeiro a ligar o desastre de Chernobyl com Stranger Things foi o usuário do Reddit, Singular94. O usuário explica que a terceira temporada da série acontece no verão de 1985, meses antes do acidente na sede da Rússia. É uma conexão fraca, mas há alguns sinais suspeitos. Na primeira temporada da série, o Departamento de Energia dos Estados Unidos usa os poderes da Eleven para espionar as forças armadas russas. E no elenco desta nova temporada, há personagens secundários listados como Soldado Russo ou Guarda Russa.

Em comentários posteriores, os fãs criaram uma hipótese que mistura a história e a ficção onde o reator de Chernobyl explodiu após uma sobrecarga na rede criada por um laboratório russo onde eles também estavam tentando se conectar a uma espécie de dimensão paralela, como o Mundo Invertido. Talvez até a explosão seja a causa dessa dimensão parecer ser tão contaminada e morta.

Seria preciso muito trabalho para conectar a cidade de Hawkins com a Prypiat, o que acabaria criando uma reviravolta interessante para a trama.

A terceira temporada de Stranger Things estreia no dia 4 de julho na Netflix.

Fonte: Reddit