Destino de Barb poderia ter sido muito mais terrível de acordo com artes conceituais
Seria quase incabível ‘Stranger Things’ não se tornar esse imenso sucesso, afinal, por todas as referências, elenco fantástico, roteiro impecável, a fama foi mais que merecida. Porém, nem tudo são rosas e o destino de uma querida personagem poderia ter sido ainda pior.
Aviso: Caso você não tenha finalizado a temporada, esteja ciente que o texto abaixo contém spoilers.

Quem não ficou triste quando o cara da lanchonete morreu? Foi a primeira perda da série e de certo modo impactante, ninguém esperava por aquilo. E nos poucos segundos em tela, o personagem ganhou o afeto do público. Algo semelhante aconteceu a Barb, a amiga leal de Nancy Wheeler que se foi mais rápido que deveria.
A falta de sensibilidade que o roteiro teve com a personagem, foi justificada pelos irmãos Duffer – criadores da série – como “falta de tempo hábil”, afinal de contas, o tempo em que a história se desenvolve nos oito episódios, são apenas sete dias, e o foco realmente era Will. Os Duffer ainda afirmaram que a personagem não cairá em esquecimento e que as consequências de sua estadia no Mundo Invertido será revelada, bem como algumas respostas.
Agora, uma arte conceitual provou que o destino de Barb poderia ter sido bem muito do que realmente foi. A Aaron Sims Creative se encarregou de criar as artes do programa e um dos artistas transformou o corpo morto da garota em algo mais horripilante.
Em recente entrevista ao Screen Crush (via BlastingNews), o dono da empresa – que carrega seu nome – revelou que o projeto era que gráficos computadorizados fossem bastante utilizados com intuito de intensificar os aspectos terríveis daquela situação. A princípio colocariam algo crescendo por dentro do corpo, na altura de seu estômago, destruindo suas costelas.
Confira:

barb (1)

“Neste episódio, uma descrição bastante específica pedia por uma aranha saindo da boca dela, o que foi incorporado em seguida”, afirmou Aaron Sims na legenda da foto em seu Instagram.
Confira a segunda imagem:

barb (2)

O motivo pelo qual as artes não foram utilizadas e posteriormente refeitas, aparentemente foi porquê os Duffer queriam que o público sentisse o lado humano, o corpo deveria ser reconhecido como morto, e não como algo asqueroso. Os criadores da série também não são muito fãs de exageros digitais.

Fonte